31 de jul de 2010

NÃO PERMITA A CAVALGADA QUE JÁ MATOU CAVALOS EM SC

Mais uma vez SC na mídia nacional. O texto abaixo é um e-mail que o Instituto Nina Rosa está enviando para todos os seus contatos e pedindo que seja replicado. 

De nada adianta termos bons números em desenvolvimento humano se é isto que representamos para o resto do Brasil e do mundo...

É Farra do Boi, é Puxada, é Cavalgada, é Rodeio, é Circo com Animais... Sei não...



Na cidade de Nova Trento, interior de Santa Catarina, ocorre anualmente a Cavalgada nos Caminhos de Santa Paulina. É mais uma "festividade" que submete animais a situações degradantes e que resultam até na morte dos cavalos.
O evento vem sendo contestado pela população e, segundo relatos, tem incomodado inclusive à Igreja Católica, pois é realizado como "homenagem" à Santa Paulina.

A Cidasc, órgão ligado ao governo catarinense, está em vias de não permitir a realização do evento este ano.

Veja informações no blog do jornalista Raul Sartori:


Manifeste seu apoio a esta medida! Peça a proibição da cavalgada!]

Envie mensagem para
 - Cidasc Itajaí
 - Cidasc Central
 - Polícia Militar em Nova Trento
 - Polícia Ambiental de SC
 - Delegacia de Polícia de Nova Trento
 - Delegacia Regional de Polícia - Brusque

Com cópia para
 - Raul Sartori - Jornalista - Jornal de Nova Trento
 -  Diário Catarinense
 -  Clic RBS
 - Igreja Católica - CNBB - Regional SUL 4 - Santa Catarina

Veja abaixo a mensagem enviada pelo Instituto Nina Rosa e, se desejar, use-a como modelo.

Excelências
Demonstrações de fé às custas do sofrimento alheio não é algo com o que se possa compactuar. É o que ocorre ao se promover, participar ou permitir o martírio e morte de cavalos na Cavalgada nos Caminhos de Santa Paulina, em Nova Trento, que em 2009 reuniu cerca de 5.000 destes animais, segundo informações da imprensa. Associar esta atrocidade à imagem de Amábile Lúcia Visintainer, muito ao contrário de uma homenagem, é uma afronta a sua memória e dissemina valores que nada tem a ver com a bondade e o amor que são os símbolos da vida de Santa Paulina.
Ainda que não houvesse a morte dos animais, como as que ocorreram no ano passado, o sofrimento que lhes é provocado por esta "cavalgada" de várias horas já bastaria para que esta prática fosse banida. Os relatos são de cavalos extenuados por percorrerem longas distâncias sem comida e água e puxando pesadas carroças lotadas por homens "aparentando sinais visíveis de embriaguês".
Solicitamos às autoridades da Cidasc e da Polícia Civil e Militar que não permitam a realização deste dantesco "espetáculo", cujas práticas ferem frontalmente a legislação vigente (artigo 32 da Lei Federal de Crimes Ambientais 9605/98).
Que interesses econômicos e políticos não se sobreponham a valores fundamentais, como o da compaixão ensinada por Santa Paulina. Que a fé seja manifestada com exemplos de bondade e respeito à vida, e não submetendo-se animais à tortura.
Solicitamos providências de V. Ex.as no sentido de coibir tais práticas.

Respeitosamente,
Instituto Nina Rosa - projetos por amor à vida
Organização independente sem fins lucrativos
www.institutoninarosa.org.br

Fone/fax: (11) 3868-4434 / 3868-4273

Nenhum comentário:

Postar um comentário