4 de ago de 2010

PT DE FLORIANÓPOLIS É CONTRA O ESTALEIRO DO EIKE BATISTA EM BIGUAÇU

Não sei como a candidata Ideli Salvatti
vai se posicionar agora,
mas eu torço para que ela mude de ideia 
e reveja sua forma de pensar... 
 
NOTA DO PT DE FLORIANÓPOLIS

Tendo em vista a polêmica proposta de instalação do estaleiro da OSX na cidade de Biguaçu e seus reflexos e impactos em toda a Baía Norte na Grande Florianópolis, o Partido dos Trabalhadores de Florianópolis vem à público se pronunciar:

Somos sabedores da importância que vem tendo a indústria naval no Brasil, outrora saqueada no período em que reinou no país o governo de cunho neoliberal.

Hoje, fabrica-se, por exemplo, plataformas marítimas em solo brasileiro e, no período anterior, comprava-se a preços absurdos equipamentos precarizados e com tecnologia obsoleta.

Temos plena consciência de que foi justamente durante o governo Lula que houve investimentos e o ressurgimento desse importante setor, criando cerca de 200.000 empregos diretos e fazendo-nos depender menos de tecnologia estrangeira.

Sabemos ainda do papel destacado de Santa Catarina nesse setor, constituindo-se no 2º maior pólo naval do país.

No entanto, consideramos que devemos levar em consideração o diagnóstico apresentado pelo ICMBio – Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade alertando para conseqüências ambientais profundas na região, caso se concretize o empreendimento.

Ademais, não foram levadas a sério as possibilidades do empreendimento ser instalado em regiões com menor impacto ambiental e social, como por exemplo o entorno natural da indústria naval catarinense que é a área de Navegantes/Piçarras/Itajaí ou a faixa litorânea com um dos menores PIB per capita e que padece com maiores índices de desemprego que é a região de Laguna/Imbituba, cujos estuários não necessitariam de processo intenso de dragagem, como é o caso da Baía Norte na Grande Florianópolis.

Com o fetiche da criação de centenas de empregos, há uma subestimação profunda dos impactos negativos que podem ser causados em cadeias produtivas que se consolidaram na nossa região, tais como a maricultura, os serviços relacionados ao turismo e a pesca artesanal.

O “debate” em torno do empreendimento, com o auxilio maniqueísta de parte da mídia se transformou em uma espécie de terrorismo econômico que usa a chantagem da suposta “desistência” de implantação do empreendimento em solo catarinense como “argumento” mais robusto.

Usa-se e abusa-se da desqualificação de qualquer raciocínio que busque ponderar as conseqüências negativas que o pretendido empreendimento possa causar, taxando todo e qualquer questionamento como contrário ao desenvolvimento do nosso estado.

A Executiva do PT de Florianópolis, defensora do desenvolvimento, da geração de emprego e renda, equilibrada com a manutenção da riqueza que atrai milhares de brasileiros e estrangeiros para a nossa região, que são nossas belezas naturais, se posiciona contrária à instalação do pretendido empreendimento na Baía Norte na Grande Florianópolis pelas razões acima expostas, clama por maior tolerância e respeito ao debate sobre o processo de desenvolvimento na nossa região e nosso estado, defendendo a idéia de que o empreendimento seja viabilizado em terra catarinense, em região com menor impacto negativo de natureza ambiental, social e econômico.

Florianópolis, 04 de agosto de 2010
EXECUTIVA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES DE FLORIANÓPOLIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário