28 de dez de 2010

2010 - Meu “Muito Obrigada”!

(publicado no Jornal Cidadela em  23/12/2010)
Mais um ano que acaba... Tenho que admitir que este 2010 voou para mim, talvez por conta da gente ir envelhecendo e o tempo parecer ter mais pressa, talvez pelo fato de eu não ter sido tão organizada quanto me propus na virada do ano. Sempre as mesmas promessas, sempre as mesmas desculpas por não tê-las cumprido. Mesmo assim 2010 parece ter sido um bom ano, consigo ver na minha vida algumas coisas boas. Consigo ver ao meu redor outras tantas coisas melhores ainda. Por saber que elas estão aí já me dou por feliz neste 2010!

Tantas coisas aconteceram a nossa volta, tanta gente trabalhou para tornar nossas vidas melhores. Uns batalharam pela Cultura, outros pela melhoria da qualidade de vida de seus semelhantes. Não faltou gente de bem arregaçando as mangas e colocando o melhor de si em seus projetos. Só de sabê-los eu me dou por satisfeita: o mundo ainda tem jeito. Uns estavam no exercício da sua profissão, outros eram voluntários. Não importa, se propuseram a fazer e fizeram bem feito. 2010 foi um ano produtivo para estas pessoas.

Gostaria muito de poder elencar todas as coisas boas que aconteceram em nossa cidade, de não deixar para trás um nome sequer, existe muita gente fazendo o Bem, muito mais do que podemos imaginar. Lamentavelmente as más notícias acabam ofuscando os seus trabalhos e muitas vezes estas pessoas e estas entidades acabam relegadas a uma que outra homenagem. Quem sabe uma placa comemorativa aqui, uma menção em algum discurso ali.

São tantas, todas dignas de nossa eterna gratidão. Via de regra nem fazem muita questão de aparecer, levam a sério o que o Mestre nos ensinou: não saiba a tua mão esquerda o que faz a tua direita”. Lions, Rotary, Rede Feminina, ABOL, ASSAJHOL, CRAS, CREAS, APAS, APAE, CAPS... Por mais que eu tente enumerá-las sei que vou esquecer de alguma. E isso também me faz bem, sinal que são muitas as pessoas que estão trabalhando em incontáveis frentes pelo Bem Comum. Tratarei de duas, estendo meu aplauso a todas as demais:

CINECLUBE MIGUEL RUSSOWSKY: Outra conquista da SCAJHO, dentre tantas grandes e pequenas que só engrandecem nossas vidas... É uma parceria firmada com o Ministério da Cultura e da Fundação Catarinense de Cultura, através do “Cine Mais Cultura”. Como bem explica o Bolinha: “Passamos à condição de Cine-Teatro e contamos com apoio do Cineclube Rogério Sganzerla, de Herval d´Oeste e o nosso recém criado Cineclube Miguel Russowsky, de Joaçaba. É cinema alternativo, sem nenhum apelo popular, mas sim, com interesse puramente cultural. Assim, exibimos filmes todas as terças-feiras no horário tradicional dos cinemas de Joaçaba, às 20h15”. Durante este 2010 estávamos lá, dois três, não importava se eram poucos ou muitos os que prestigiavam. Quando se trata de Cultura a coisa é assim mesmo, mas o Bolinha sempre com um sorriso no rosto e a firme disposição de fazer dar certo. Então, meus amigos leitores, já vão se programando para que em 2011 suas terças-feiras sejam inundadas pelas maravilhas que só a Sétima Arte pode nos proporcionar! A experiência é única, vale a pena...

REDE DE PROTEÇÃO SOCIAL: No documento que formalizou as suas Diretrizes temos que “A Rede de Proteção Social de Joaçaba é um órgão de concentração e congregação de esforços que funciona como espaço de diálogo, análise e enfrentamento dos problemas, visando à erradicação ou atenuação das situações de vulnerabilidade social pela promoção de ações a curto, médio e longo prazo”. A Irene e suas colegas articulam os trabalhos. E põe trabalho nisso! O que não falta é gente precisando de algum tipo de ajuda! Ainda bem que do outro lado existem “boas mãos” estendidas e dispostas a mudar esta realidade. Fazem parte desta Rede: “entidades governamentais, não-governamentais, clubes de serviços, sociedade civil organizada, com atuação direta ou indireta na área social, sindicatos, associações empresariais, instituições particulares de solidariedade sociais ou equiparadas, associações humanitárias, associações de desenvolvimento local, associações culturais e recreativas e outras instituições do setor cooperativo e social, enfim todas as entidades e pessoas dispostas a contribuírem de modo relevante para o desenvolvimento social local”. Em 2010 trabalhou-se muito; 2011 nos espera com muitos outros desafios. Na certa suas mãos, meus amigos leitores, serão de grande valia nesta batalha, afinal “ninguém é tão pobre que não possa ajudar e nem tão rico que não precise de ajuda”, não é mesmo?!

Que se vá 2010! O que de ruim aconteceu servirá de lição, o que de bom de incentivo. Que a cada final de dezembro nossa certeza de que o mundo pode ser melhor não seja somente um desejo de fim de ano e sim uma certeza pautada na consciência de que cada um de nós podemos e estamos trabalhando para isto.

Feliz Natal e que todos voltemos com as energias revigoradas para abraçar 2011 e continuarmos na luta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário