26 de jan de 2011

Ligações que tocam uma vez e desligam - um inferno!

Dois números de telefone do inferno! 
Toca uma vez e desliga! 
Faz três dias esta m&rd@!

(48) 3037-9302 e (48) 2106-0019

Alguém conhece? 
Alguém mais está padecendo com esta tortura?
Alguém tem alguma sugestão?

Dizem que é de Call-centeres 
que pagam por ligação...

Vão se ferrar! São burros é??
Não conseguem controlar 
estes fucionarios imbecis??


Descobri este site:

Descobri que não sou a única...

2 comentários:

  1. Bete, aqui em casa... acontece, só q eu sei quem é (da família do marid'us, por isso nao vou citar nome rsss), ele trabalha com telefonia, qdo está nas empresas dos clientes fazendo os consertos ele precisa ligar pra testar, então toca as vezes uma ou duas vezes, vc atende mas aí a ligação já era, descobri isso ligando d volta (ja estava cheia disso)aí conversando com a secretaria cheguei ao CHATO, falei com ele sobre isso pra q parasse pois é chato, vc dxa o q está fazendo pra atender e aí... perde tempo, sabe o q ele me respondeu? é q tenho q fazer o teste e o numero d vcs eu sei d cabeça fica mais facil... AH VA TOMAR BANHO!!! continuou por um tempo, aí falei pra pessoa em questao q retornaria d volta e reclamaria com a empresa pois na bina o num. esta registrado e iria me fazer d boba, alegando q nao sabia q era da familia, acho q ele refletiu melhor e achou melhor parar com isso, deve ter encontrado outra vítima (q deve ser da familia tbem rsssss)

    ResponderExcluir
  2. INGRESSE NO JUIZADO ESPECIAL DA SUA CIDADE com uma "AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS" contra a empresa que liga, com base no Art. 39, inciso III da Lei do Consumidor (Lei 8.078/90), que diz: Art. 39: "É VEDADO AO FORNECEDOR DE PRODUTOS OU SERVIÇOS, DENTRE OUTRAS PRÁTICAS ABUSIVAS: III - ENVIAR OU ENTREGAR AO CONSUMIDOR, SEM SOLICITAÇÃO PRÉVIA, qualquer produto, OU FORNECER QUALQUER SERVIÇO". Junte provas, inclusive reclamações na internet. ELES VÃO RESPONDER O PROCESSO NA SUA CIDADE E AINDA TE PAGAR UMA INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS QUE PODE CHEGAR A 40 SALÁRIOS MÍNIMOS.

    ResponderExcluir