24 de mar de 2011

Joaçaba - SEM OBRAS: Máquinas estão paradas

Que fique a título de registro: 

A CÂMARA DE VEREADORES REPASSOU SOBRAS DO SEU ORÇAMENTO PARA O CONSERTO DE MÁQUINAS E VEÍCULOS, MAS O EXECUTIVO PREFERIU GASTAR COM "GASTOS CORRENTES" E DIZER QUE NÃO HAVIA LEI QUE O OBRIGASSE A CUMPRIR COM O ACORDO...

PMDB - ADMINSTRAÇÃO ANTERIOR - ESTÁ NO ATUAL GOVERNO. QUE TAL CHAMAR OS ALIADOS PARA UMA CONVERSINHA? 


2012 VEM AÍ E COM ELE O FIM DO MUNDO...
SERÁ??
 

Saiu no Diário Catarinense de 23 de março de 2011 | N° 9117

Pelo menos cinco veículos da prefeitura de Joaçaba esperam por conserto, alguns há dois anos

 
Enquanto a população espera por melhorias na infraestrutura em Joaçaba, a prefeitura arrasta os estudos de orçamento para consertar máquinas paradas. Pelo menos cinco equipamentos, que somam quase R$ 1 milhão, estão estacionados em oficinas mecânicas.

Uma escavadeira hidráulica, avaliada em R$ 250 mil, está com problemas no motor e há dois anos não auxilia nos serviços. A oficina já teria enviado pelo menos sete propostas de orçamento à prefeitura, que não teria respondido. O conserto da máquina custaria cerca de R$ 50 mil.

O secretário de Infraestrutura do município, Venilton Teles, alegou que o conserto teria sido solicitado pela antiga administração, embora o Executivo atual tenha tomado posse há dois anos e três meses. Teles garantiu que o orçamento apresentado pela oficina seria caro demais e disse que vai abrir uma licitação para encontrar uma opção mais barata. Isso ainda não teria ocorrido porque são necessários estudos prévios.

– A ideia é investir em equipamentos novos. Não temos interesse em arrumar coisas velhas, que demandam muito dinheiro para manutenção.

Justificativas parecidas foram dadas para os outros quatro veículos que estão praticamente abandonados. O secretário alegou que a maioria estaria em uma lista de bens que devem ir a leilão. Um desses equipamentos seria um caminhão, cedido pelo Estado ao município, que está parado há mais de um ano. O veículo já foi consertado, mas o trabalho ainda não foi pago. Além disso, faltam pneus novos para que o caminhão volte a rodar.

Para o vereador Francisco Moreira Lopes (PRB), o sucateamento estaria refletindo no péssimo estado das estradas.

– Falta interesse do Executivo. Não há vontade política para arrumar as máquinas e dar melhor condição de vida à população.

Segundo o vereador, o Legislativo teria devolvido cerca de R$ 691 mil à prefeitura em 30 de dezembro de 2010. Parte deste dinheiro deveria ter sido utilizada no conserto das máquinas.

Lopes alegou que se não vale a pena arrumar, a prefeitura já devia ter feito um leilão e investido o dinheiro em outros benefícios.

Além das máquinas que estão nas oficinas, várias outras permanecem paradas no pátio da prefeitura e poderiam ser leiloadas.

daisy.trombetta@diario.com.br
DAISY TROMBETTA | Joaçaba

Nenhum comentário:

Postar um comentário