17 de jul de 2011

Uma Gestão “Reativa”:

(publicado no Jornal Cidadela em 15/07/11)

Com a leitura das notícias divulgadas pelo pessoal responsável pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Joaçaba sobre as ações implantadas no município me veio à cabeça um tema que estudei há anos atrás em algum curso: proatividade X reatividade. De pronto identifiquei nossa administração como “reativa” o que explica muita coisa. Fui atrás de conceitos para trazer para os amigos e encontrei um que, apesar de curto e grosso é certeiro: “Reativo: como o próprio nome diz, aquele que reage a uma situação que já ocorreu (“atrasildo”). Proativo: aquele que percebe o que vai acontecer e age antes que aconteça (precavido).”

A Wikipedia nos apresenta um conceito mais elaborado: “A proatividade é uma característica definida pela atitude de alguém para prevenir e/ou tomar novas iniciativas. A disposição proativa é a tendência para iniciar e manter ações que irão alterar diretamente o ambiente ao redor. Ser proativo é o contrário de ser reativo. É o ato de trazer soluções e novas idéias por iniciativa própria. Ser proativo também pode significar estar na frente dos seus concorrentes O termo proatividade está ligado diretamente à responsabilidade, ou seja, habilidade de tomar decisões. A pessoa proativa não espera chover para que o telhado seja trocado, ele age antes que a chuva penetre, tomando iniciativas, estando à frente dos acontecimentos, predizendo fatos.”

Creio que agora os amigos leitores devam estar entendendo onde quero chegar: temos uma administração municipal reativa, do tipo que só se mexe quando a “água bate na bunda”. Lança na mídia notícias que são meras reações aos fatos que vêm acontecendo. Estão sempre correndo atrás do prejuízo. Dificilmente vemos alguma onde se tenha previsto a existência de uma situação-problema futura. Por vezes até fazem algum plano para os anos futuros, mas logo depois descobrimos que só está sendo feito por conta de uma obrigatoriedade do Governo Federal. Foi assim com o Plano Diretor que agora é uma dor de cabeça, por ter sido aprovado a toque de caixa. Hoje temos o Plano Municipal de Habitação...

Estou entre o grupo de pessoas que vêm sendo criticado por “ser do contra”, por não bater palmas para estas notícias ou por estar insatisfeita com a atuação pra lá de medíocre da administração municipal, mas eu prefiro estar com os que reclamam por querer mais. Joaçaba pode e merece mais. Se este conformismo se alastrar muito em breve estaremos aplaudindo a troca de lâmpada em um poste (instalação de ponto de ônibus já teve seu dia de glória). A administração municipal não é uma criança com limitações intelectuais que precisa de aplauso a cada atitude prosaica do dia-a-dia. Espera-se eficiência e perspicácia, no mínimo. A tal proatividade ali de cima.

Hoje em dia com as redes sociais muitas outras Prefeituras têm levado notícias para a “grande rede” e aí a sensação de que algo não vai bem fica ainda maior. Leio sobre viadutos, duplicações, pontes, novos loteamentos, distritos industriais... E a nossa noticiando coisas assim: Em breve estará veiculando a campanha "Calçada Cidadã" q tem como obj solucionar a lamentável situação das nossas calçadas. Aguardem.”(sic) Pelamordedeus! Está há dois anos noticiando o lançamentos de projetos! Quando vão começar a trabalhar de verdade? Estamos aguardando isso e muitas outras promessas feitas lá nos idos de 2008... Estamos esperando o tal “choque de gestão! Acorda Administração Rafael Laske!

Nenhum comentário:

Postar um comentário