26 de ago de 2011

Movimento FORA MAMÃO ganha as Redes Sociais

Há alguns dias me deparei com alguns jovens na Câmara de Vereadores de Joaçaba, portavam cartazes e estavam atentos à votação do arquivamento ou não do processo de cassação do prefeito de Joaçaba Rafael Laske (DEMo, NeoUDN sei lá) . Estavam ali para evitar que a pizza fosse ao forno antecipadamente.

Fazem parte da União da Juventude Socialista e como todo jovem eles estão antenados e já perceberam que a imprensa "isenta e bem paga" nunca mostrará os fatos como eles são, a sua grande maioria está de "rabo preso" por contratos ou por dever favores.  Resolveram ir pra as Redes Sociais.

Já nos primeiros dias dois perfis do Facebook foram derrubados, mas ele não desistem e estão aí firmes e fortes para mostrar que nem todo moço sorridente é demagogo e corrupto...




Grupo do Facebook (parado por conta do perfil que administrava ter sido derrubado)


Eles também têm um manifesto que fora entregue aos vereadores: 

MANIFESTO DA TRANSPARÊNCIA

Senhores Vereadores;

Através deste as entidades e a população do município de Joaçaba, solicitam que os nobres edis desta casa do povo, leve em consideração a representatividade junto à população de Joaçaba, efetuando com rigor e seriedade a investigação sobre todas as acusações formalizadas contra o Prefeito Municipal Sr. Rafael Laske o popular “mamão e seu Vice-Prefeito Joventino DeMarco!

É inaceitável que por qualquer forma de atrelamento político, mazelas, e apadrinhamentos partidários a impunidade passe a vigorar vergonhosamente em nosso município, tendo em vista às inúmeras demandas de políticas públicas necessárias a população que deixam de ser cumpridas para que o uso da máquina pública seja para favorecer tão somente aos interesses políticos ilícitos do prefeito municipal.

Consideramos de relevância e necessidade que o processo não venha ser arquivado, antes que às referidas denuncias sejam minuciosamente apuradas, tendo em vista que cada um dos vereadores nesta casa como representantes eleito pelo povo, devem satisfação e obrigação de apresentar a população coerência e competência de verdadeiros agentes de fiscalização.

De outro sim, a população espera que a justiça seja a causa maior neste processo, sem que fragilizadas desculpas de perseguição política venham ser um profano pedido de misericórdia, de quem não quer assumir atos de improbidade administrativa no governo municipal. Esperamos que desta casa do povo possa emergir a credibilidade depositada por cada cidadão contribuinte e eleitor de Joaçaba, do contrário mobilizados nas ruas faremos ecoar o grito de justiça do povo! 

UJS- União da Juventude Socialista

Nenhum comentário:

Postar um comentário