18 de set de 2011

Sim, a mulher pode! - e dia 20/09 (em Joaçaba) teremos uma ótima oportunidade de mostrar isso!

(Este texto foi publicado num material dos acadêmicos da UNOESC que foi apresentado na banca em maio passado)

Esta foi a frase de efeito utilizada pela nossa Presidenta no dia da vitória, curta, direta, certeira. Mais certeira ainda se olharmos pelo viés de que ela define algo muito além de apenas deter o poder, reflete a nossa realidade de hoje: as mulheres estão acessando os mesmos direitos que os homens. Permanecemos por séculos numa posição de submissão à vontade masculina e em algumas décadas conseguimos ladear com eles nas lutas, nas conquistas e, lógico, nas frustrações.

Hoje somos mais nas Universidades, somos muitas em postos de trabalho nunca antes imaginados. Alcançamos nosso espaço na sociedade, mas ainda há uma nota dissonante nisto tudo: dentro dos lares muitas vezes ainda regredimos aos séculos passados. Estão aí as estatísticas para nos alertar que nosso “poder” ainda está manco. Para sermos plenas esta etapa na luta pela igualdade terá inevitavelmente que ser superada. Sem a autonomia sobre nossos corpos e vidas de nada adiantará se “siliconar” inteira e carregar algum título importante.

Falando em silicone, este aí se tornou outro símbolo do nosso poder e infelizmente substituiu outro que, para mim, é bem mais interessante: nossos seios amamentam todos os novos cidadãos brasileiros. Isto sim é poder! Devemos tomar cuidado com a novas armadilhas. Lutamos tanto para estarmos em pé de igualdade com os homens, não podemos ficar reféns de outros algozes. Um belo par de seios não deveria servir para vender amortecedores ou outra quinquilharia qualquer.

No mais, só nos resta lembrarmos que de um jeito ou de outro nós sempre tivemos algum tipo de poder sobre os destinos e sobre a História. Mulheres astutas sempre estiveram presentes nas vidas e decisões de grandes homens. O que não se pode negar, então, é que antes mesmo de se dizer “sim, a mulher pode” todos já sabiam que “a mão que balança o berço é a mão que governa o mundo”.

Dia 20, terça-feira agora, teremos a oportunidade de debater a questão das mulheres na política:

Curso de Formação Política
para Mulheres 

Local: Teatro Alfredo Sigwald
Centro - Joaçaba
Data: 20 de setembro de 2011
Horário: Das 08h30 às 16h00

Objetivos - Reunir  mulheres  de  organizações  da  sociedade civil  e  governamental, lideranças  comunitárias  e  demais interessadas para discutir os desafios e as estratégicas  da  participação  e  da  atuação política feminina nos municípios de Santa Catarina.

Simboralá fazer a diferença??



Nenhum comentário:

Postar um comentário