20 de out de 2011

Manifesto - UGT/SC, SINDEPRESC, SINFREN, MMUT/SC, FAMESC, Inst. ARCO ÍRIS, REDIC/SC

AOS DELEGADOS E DELEGADAS DA VI CONFERÊNCIA ESTADUAL DE SAÚDE - "TODOS USAM O SUS"

Como é do conhecimento de todos, o atual Secretário de Saúde do Estado de Santa Catarina, Dalmo Claro de Oliveira é um dos donos da Unimed no Estado. Recentemente, Dalmo fez declarações públicas que preocupam a sociedade catarinenses afirmando que o Estado não irá mais manter os serviços do SAMU.

Esse posicionamento deixa claro a intenção do Governo de privatizar um dos mais importantes serviços de atendimento domiciliar de urgência prestados pelo SUS.

A existência do programa SAMU, comprovadamente, agiliza de modo impactante o atendimento  nas já superlotadas emergências dos Hospitais e salva diariamente as vidas que necessitam de um atendimento imediato fora de uma unidade de saúde.

Se havia ainda alguma dúvida quanto a intenção deste Governo de entregar a saúde para a iniciativa privada, as recentes declarações e posicionamentos do atual Secretário de Saúde deixam claro que a manobra com esse fim já iniciou e continua em curso, começando pelo SAMU, que concorre diretamente com um dos serviços prestados pela UNIMED.

Outro exemplo do descaso com a SAÚDE Pública em nosso Estado, é o Hospital  Florianópolis que continua fechado, há dois  anos, assim como a emergência do Hospital Celso Ramos, deixando milhares de catarinenses sem atendimento. Essa situação parece não preocupar o GOVERNO COLOMBO  que o Secretário não tem dado a mínima para o caso.

Neste momento o Secretário, de forma desrespeitosa, abandona  o debate da VI Conferência de Saúde, espaço legítimo e democrático de discussão, onde a sociedade, através de seus representantes, discute a melhoria do SUS, para se reunir entre quatro paredes na CIB  (Comissão Bipartite) com um único objetivo, acabar com o SAMU.

O POVO NÃO É BOBO! ESTAMOS DE OLHO! PELO SUS 100% PÚBLICO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário