2 de dez de 2011

CAMPANHA CUMPRA-SE - Comunicado nº 4

Aconteceu em Brasília na Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República nos dias 24 e 25/11 a Oficina de Trabalho sobre Participação da Sociedade Civil, nos Trabalhos da Comissão Nacional da Verdade. Estavam presentes comitês e coletivos de vários estados. Apresentamos a proposta de adesão ao Ato Público Pelo Cumprimento Integral da Sentença do caso Gomes Lund e outros, que foi acolhida pelos presentes.
DIA 14/12 - No dia do vencimento do prazo para o cumprimento, nos estados do RS, PR, SC, RJ, SP, ES, MG, GO, DF, PE, BA e CE, os companheiros e companheiras estão preparando manifestações, grandes ou pequenas, em lugares públicos ou privados para marcarmos posição pelo respeito ao direitos humanos e o cumprimento imediato da sentença.
Há  também uma proposta de realizarmos neste dia uma tuitada com #CumpraseAraguaia.
Recentemente o Tribunal em São Paulo mandou arquivar a ação realizada pelo MPF contra os torturadores da OBAN. A argumentação usada é uma afronta aos direitos humanos e colide com a jurisprudência internacional. Cabe recurso e indignação para com a insistência do judiciário brasileiro em defender a impunidade para as graves violações de direitos humanos ocorridas na ditadura civil-militar de 1964 - 1985, negando assim a criação de mecanismos de não-repetição.
Veja o que está sendo feito em sua cidade e ajude a organizar o ato em seu município. ENVIE AS INFORMAÇÕES COM DATA, LOCAL E HORÁRIO para incluirmos na agenda no site da Campanha CUMPRA-SE e divulgarmos nas redes sociais.
Em anexo enviamos como sugestão o cartaz do ato do evento em SP e temos o arquivo em psd  para edição em photoshop (solicitar), para aqueles que quiserem mudar local e horário e usá-lo em sua cidade. Caso produzam material de propaganda, panfletos e etc... favor enviarum email para cumpra.se@gmail.com com o doc anexo para divulgarmos em nossa rede.
  • PELO CUMPRIMENTO INTEGRAL DA SENTENÇA DA CORTE INTERAMERICANA DE DIREITOS HUMANOS (Caso Guerrilha do Araguaia)
  • PELA DESOBSTRUÇÃO DA JUSTIÇA E REFORMA DA SENTENÇA DO CASO TORTURADORES-OBAN (MPF).
  • PELO ACOLHIMENTO DA ADPF 153 PELO STF.
  • POR UMA COMISSÃO DA VERDADE AUTÔNOMA E CONSEQUENTE.
Atenciosamente;


Marcelo Zelic
Vice-presidente do Grupo Tortura Nunca Mais-SP e membro da Comissão Justiça e Paz da Arquidiocese de São Paulo
Coordenador do Projeto Armazém Memória

Nenhum comentário:

Postar um comentário