6 de mar de 2012

Deputada Luciane Carminatti realiza encontro, em Joaçaba, para discutir políticas públicas para mulheres



A deputada estadual Luciane Carminatti reuniu mulheres de Joaçaba na última sexta-feira (2) para discutir políticas públicas para mulheres.


O encontro que foi coordenado pela professora Silvana Marcon, ocorreu na Câmara de Vereadores e discutiu o orçamento estadual das políticas públicas para as mulheres em Santa Catarina, as demandas municipais, os desafios e a contribuição do mandato para melhorar a qualidade de vida, bem como a autonomia financeira e renda das mulheres. “O encontro foi importante, pois, mostrou que através da informação, da organização e da formação, as mulheres se fortalecem para lutar por qualidade de vida e mais espaço na sociedade”, destaca a professora Silvana.


Desde o início de seu mandato na Assembleia Legislativa, Luciane está debatendo o assunto e cobrando do Governo do Estado mais investimentos para políticas públicas às mulheres.
No ano passado, por indicação da deputada foi aprovado R$ 75 milhões no Plano Plurianual (PPA) 2012/2015 para investimento em delegacias da mulher, casas abrigo, centros de referência de atendimento a mulher e programas para contribuir na autonomia financeira das mulheres.


“A cada ano aumenta os índices de violência contra a mulher no estado, e não existe uma rede de atendimento adequada. Por exemplo, dos 293 municípios catarinenses, apenas 23 têm delegacia de mulher, existem apenas 6 coordenadorias municipais de mulher, 11 Conselhos Municipais de Mulher, 2 juizados de violência doméstica, 8 centros de atendimento à vítimas de violência e 6 casas abrigos. São estatísticas muito tímidas que precisam ser melhoradas urgentemente e para que isso aconteça o Estado precisa disponibilizar orçamento, o que não vem acontecendo”, relata Luciane.


Luciane destaca, ainda, que é preciso avançar a participação da mulher na política e ter mais vereadoras, deputadas, senadoras e prefeitas eleitas. “Para avançarmos mais mulheres precisam exercer cargos sindicais, em associações, nos movimentos sociais, conselhos deliberativos, direções de partidos e no judiciário. A participação nestes espaços construirá novas lideranças que poderão ocupar cargos eletivos”,diz, e salienta, “Nós mulheres precisamos ser protagonistas, para juntas, buscarmos a liberdade, autonomia e felicidade. E cobrar do Estado políticas que tornam o dia-a-dia das mulheres cada vez mais pleno”, afirma Luciane.

Francelise Martini
Assessora de Imprensa
Mandato Deputada Estadual Luciane Carminatti

Nenhum comentário:

Postar um comentário