17 de abr de 2012

Circo Legal Não Tem Animal!

Retirei este texto da internet, publiquei no Jornal Cidadela em 13.04.12:

Brilhos, Luzes, Diversão! Palhaços, Mágicos e muitos Animais em cena. Como será a vida no circo antes e depois do show? Você já parou para pensar no tratamento dado ao elefante tão grande e obediente, aos leões e felinos que obedecem ao se treinador, aos ursos engraçados, aos macacos que fazem a alegria da criançada? Como será o treinamento desses animais? Como eles são transportados de um lugar para outro? Como é a vida dos animais do circo?

Histórias de Circo que não são contadas:

A imagem feliz dos animais de circo é apresentada pelos promotores do circo e perderia todo seu charme se os detalhes horríveis de seu tratamento, treino, confinação e vida sofrida viessem à tona.

Treinando os Animais de Circo:

O especialista em comportamento animal Jairo Motta, que treina animais para propagandas, deu um depoimento ao Diário Popular do dia 16 de abril de 2000, onde explicou que os circos adestram os animais pelo método descoberto pelo cientista russo Ivan Pavlov, morto em 1936: o condicionamento através da dor.
Os famosos ursos dançarinos, por exemplo, são obrigados a pisar em chapas de metal incandescente ao som de uma determinada música. No picadeiro, os ursos ouvem a música usada durante a tortura e começam a se movimentar, dando a impressão de estar dançando, mas na verdade apenas se lembram das chapas quentes e automaticamente começam a erguer as patas.
O domador de leões acerta o chicote na ponta dos dedos ou no lombo dos animais. Depois de um certo tempo, o estalo de chicote no chão, o animal já se intimida e associa o barulho à chibatada. Além disso, são usadas barras de ferro. Os macacos são chutados e apanham com chicote e pauladas na face. Muitos têm seus dentes arrancados. Os elefantes, acorrentados, apanham com cabos de machados e paus com ganchos e são frequentemente agarrados com instrumentos pontiagudos pelas trombas, pernas traseiras e orelhas. Os cavalos são açoitados por detrás das orelhas e no nariz. Além disso, todos os animais estão sujeitos à constantes choques elétricos, privação de água e comida e chicotadas.Os animais do circo trabalham com medo!

O dia -a - dia dos animais:

Todos os animais de circo são aprisionados até a sua morte. Além de passar fome, os animais ficam confinados sem as mínimas condições de higiene, sujeito à diversas doenças, inclusive doenças contagiosas ao próprio ser humano, como por exemplo a tuberculose. Tigres e leões ficam em jaulas tão pequenas que mal podem virar-se. Os Elefantes permanecem acorrentados o tempo inteiro. A apresentação dos animais é baseada no medo, na tortura e na anulação dos seus próprios instintos.

Uma questão de Comportamento:

Você já notou que os elefantes dos circos ficam balançando de um lado para o outro?
Esse não é um comportamento normal. É o resultado de viver anos acorrentado, negado à necessidade de se mover livremente de um lugar para o outro. Os elefantes são animais sociáveis que vivem livres nas selvas com famílias unidas em grandes manadas. Enquanto livres, os elefantes caminham de 30 a 40 km por dia coletando água e comida.
A vida é cruel para os animais de circos. A falta de comida, a tortura e o confinamento causam um comportamento agressivo nos animais. Você se lembra do incidente do Circo Vostok? No circo Vostok um garotinho de apenas 6 anos foi morto por leões que estavam a 2 dias sem comer. Por serem mantidos em cativeiro, os animais ficam estressados e adquirem hábitos como andar em círculos, morder grades, mastigar correntes ou dormir demais. Muitos animais entram em depressão.

O Transporte:

Os animais viajam constantemente por muitos quilômetros, de cidade em cidade, dentro de carrocerias escuras e sem ventilação. As carrocerias que transportam animais não possuem o controle de temperatura e os animais sofrem muito por causa disso. Os elefantes ficam em pé, acorrentados no mesmo lugares por horas a fio. Durante a viagem não há água ou alimentos frescos para os animais.

Circo Legal:

Nós não somos contra o Circo. Somos contra a apresentação de animais nos circos. Você já ouviu falar no "Cirque du Solei"?
É um Circo em que os animais não são usados. Há apresentações de mágica, palhaços, música, dança e muito malabarismo. O cirque du Solei é considerado hoje, o Circo com as melhores apresentações e artistas do Planeta. Circos que não utilizam animais:
No Brasil: CIRCO POPULAR DO BRASIL - do ator Marcos Frota, CIRQUE AHBAUI (nome francês mantido porque o circo foi criado na França)
No exterior: CIRQUE DE SOLEIL, CIRCUS OZ

Lembre-se:

A única lição que as crianças aprendem ao assistirem as apresentações dos circos, é que o homem é incapaz de respeitar os animais os forçando a realizar truques que não são de sua natureza. As torturas a que esses animais são submetidos torna os circos um ambiente inseguro para você e sua família. Somente quando as pessoas souberem que o uso de chicotes, ganchos pontiagudos, choques elétricos, privação de água e comida e até mesmo o uso de drogas são alguns métodos usados para forçar a atuação dos animais, será o fim dessa tradição cruel e infeliz. 

"OBRIGADA", RAFAEL LASKE
POR MAIS ESTA
MENTIRA CUMPRIDA!!!!
Propaganda política do então candidato Rafael Laske em 2008

Nenhum comentário:

Postar um comentário