10 de jun de 2012

Marmelada na hora da morte mata:


(Publicado no Jornal Cidadela em 08.06.12)

Todo mundo conhece o ditado, menos o prefeito de Joaçaba, pelo jeito. Virou um furacão! Não sabe o que fazer pra mostrar serviço! E isso inclui fazer propaganda com imagens de uma cidade que eu não reconheci – pensei até que tinham filmado em outra cidade. Ou no Projac, se lá.

Entope as redes sociais de notícias nem sempre tão verdadeiras, vira motivo de piada entre os que têm um pouco de discernimento. Fala até que tem política pública de Meio Ambiente! Ah é!? Eu ri litros! Anos nesta cidade e nunca vi nenhuma gestão tratando a questão do Meio Ambiente de forma séria.

Tem gente já pedindo para ter eleição todo ano, de tanta coisa boa acontecendo na cidade. Mas um olhar mais profundo faz tudo isso cair por terra. Sim, obras estão acontecendo. Muitas meras perfumarias. Outras deixando uma dívida sem tamanho para o mandato futuro. E mais algumas mentiras que extrapolam o limite da paciência de qualquer um!

Esta semana me deparei com um comentário numa rede social onde a pessoa relatava que havia sido informada por alguém de dentro da Prefeitura que a ONG Amigos dos Animais recebe verbas para recolher os animais nas ruas [estranhamente esta pessoa apagou tudo – vi agora que fui buscar o texto para transcrever aqui]. Eu mesma já havia recebido ligações onde as pessoas confirmavam que esta informação havia saído do Executivo joaçabense.

Se eu já estava indignada com o festival de meias verdades que inundam as mídias pagas e não pagas, imagina agora que afeta a minha atuação como protetora de animais? Não perdi tempo! Tratei de protocolar um pedido de informação junto à Prefeitura. Se estiver saindo algum dinheiro eu não estou sabendo. Agora é esperar pra ver quem mente nesta história. Meu medo é que apareça algum repasse e eu tenha que descobrir quem está metendo a mão.

Daí eu ando por aí, nos bairros mesmo, lá onde as câmeras não foram para fazer as propagandas. Vejo esgoto correndo a céu aberto. Casas na iminência de cair e a moradora miserável há meses esperando o retorno da visita do Secretário. Vejo as crianças num campinho de terra batida disputando espaço com alguns cães sarnentos e suas fezes. Tropeço na “calçada cidadã” do Clara Adélia que está longe daquela do centro da cidade. Toda quebrada, parecendo piada de mau gosto.

A Joaçaba que eu vejo não é a que está nas propagandas. Na frente da minha casa é um festival de suspensão quebrada. Moro no Cruzeiro do Sul – bairro esquecido pela administração. E olha que teve representante no secretariado. Nem assim deu jeito. A rua Antônio Gonzaga, apesar de passar ônibus, tem buraco no acostamento esperando vez pra ir pro meio da rua. Aliás, está assim em todos os bairros!

As ruas do centro chegam a ganhar asfalto em cima de asfalto, mas só onde a noiva passa. Tenta estacionar uma moto nos acostamentos pra ver: lá estão todos os buracos esperando para ir para a faixa de rolamento! A cidade está maquiada. Mal maquiada.

Se realmente o ditado estivesse certo em outubro nem teríamos que temer uma reeleição. Com toda esta marmelada estaríamos era presenciando um funeral: o da política do pão e circo e de muita demagogia...


Mamão! Divulga esta foto nas suas campanhas publicitárias! Esta é a Joaçaba de todos nós!

7 comentários:

  1. Bete, essa rua Antonio Gonzaga, devia trocar de nome. Desmanche do mamão ficaria mais apropriado. porque é tanto buraco que até a alma do sujeito corre o risco de desprender do corpo, calcule as peças dos veiculos.

    ResponderExcluir
  2. Problemas, todas as cidades têm. Acho que a senhora foi muito infeliz atacando a atual administração, isso é pólitica suja. A melhor forma de fazer política é propor melhoria, num caso como esse. Atacar o adversário, me desculpe, mas é a forma mais baixa que existe de tentar pleitear o governo.

    ResponderExcluir
  3. Marcos, este é um espaço democrático. Todo comentário, não sendo ofensivo e nem anônimo é publicado.
    No mais, vendo seu perfil de "servidor público municipal" creio não haver isenção na sua opinião, mas respeito e publico.

    ResponderExcluir
  4. Servidor Público Federal, Bete.

    ResponderExcluir
  5. Ok, mas eu tenho culpa em tudo isso aí. a burra aqui acreditou que Joaçaba podia ser melhor com o Mamão - trabalhei de graça pra eleger ele... Que ódio de mim!

    ResponderExcluir