29 de jul de 2012

Esfarrapados X rotos:


(Publicado no Jornal Cidadela em 27.07.12)

Mal começou a campanha e o que todo mundo sabia que ia acontecer já está acontecendo: o debate sair da esfera das propostas e descambar para as indiretas ou ataques pessoais. Já estava percebendo que as redes sociais vinham sendo usadas de forma velada [lógico que de forma escancarada será no decorrer do tempo e ao aproximar a data do pleito], mas ontem quando vi esta publicação senti que a coisa começava a pegar fogo: “Pela noticia publicada no Site do TRE-SC as eleiçoes em Joaçaba podem mudar completamente. Se alguem tiver mais informaçoes favor postar.” (sic).

Não me dei ao trabalho de ir atrás para descobrir do que se tratava, sabia que não tardaria para alguém “arregaçar”. Dito e feito: “Achei pessoal...sera que Jorge Dresch se encaixa no FICHA LIMPA??? Nossa...se os mais fanaticos do PT sabem disto...vao ficar revoltados:http://www.tre-sc.gov.br/site/imprensa/noticia/arquivo/2012/julho/artigos/pre-encontra-equivoco-na-lista-original-de-contas-rejeitadas-pelo-tce/index.html(sic).

Trata-se de uma nova lista de “inelegíveis” publicada pela Procuradoria Regional Eleitoral que incluiu o candidato Jorge Dresch. Lógico que a outra coligação estava rindo à toa, e muito satisfeita em ver a possibilidade de não precisar mostrar serviço e ganhar no tapetão. Descobri que se tratava de umas contas de energia elétrica que foram pagas em atraso e geraram multa(s). Algo em torno de R$ 400,00. Lógico que não se tratou de apropriação indébita, pelo o que se vê. Agora o listado terá prazo para se defender. Veremos.

Mas daí, provando que o roto não deve falar do esfarrapado, logo surgiu uma pequena lista de processos nos quais o candidato da outra coligação, Rafael Laske, aparece como réu ou indiciado: 037.12.003650-5, Carta de Ordem, Recebido em: 17/07/2012 – 037.12.003025-6, Inquérito Policial, Recebido em: 15/06/2012 – 037.12.002383-7, Ação Civil Pública, Recebido em: 14/05/2012 – 037.10.004161-9, Ação Monitória, Recebido em: 21/10/2010 – 037.10.000508-6, Ação Civil Pública, Recebido em: 12/02/2010. Esta última já com sentença de primeiro grau exigindo a devolução de valores...

Daí eu puxo dos meus arquivos a justificativa do Projeto de Lei n. 2.797 de 22 de abril de 2010, onde nos deparamos com uma confissão de dívida por não ter sido repassado os valores devidos do FUNDEB à Creche Irmã Sheila decorrentes do Convênio n. 01/2009. Os vereadores foram muito bacanas em aprovar o parcelamento da dívida, só não sei se exigiram saber onde foi parar o dinheiro do ano anterior. Pra mim atrasar conta de luz é infinitamente menos grave do que deixar de repassar verba para criancinhas carentes.

Espero sinceramente que a campanha não descambe para baixarias como estas ou que se traga à tona detalhes da vida privada de nenhum dos candidatos [sejam da majoritária ou da proporcional], pois a nós eleitores não interessa saber o que estas pessoas fazem na intimidade – se não houver uso de máquina ou dinheiro público, lógico. Que estes três meses sejam muito bem utilizados para a construção de um projeto bom para a cidade que padece ano após ano por conta da mediocridade de seus gestores.

“Simbora” agir como adulto e trabalhar?? Por amor à Joaçaba, que ela ande no rumo certo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário