22 de set de 2012

Quem te viu quem te vê!


(Publicado no Jornal Cidadela em 20.09.12)

Esta semana recebi – via Correios – dois encartes da coligação “Joaçaba no rumo certo” - me ative  Caderno de Obras por já ter tido a oportunidade de folheá-lo e verificar inúmeras inverdades ou, como preferirem, omissões. Sobre o teor vou me debruçar com calma na minha coluna da semana que vem – salvo aconteça algo que me pareça mais oportuno escrever. Hoje vou falar de um CNPJ...

Alguns santinhos de candidatos a vereador desta mesma coligação vêm sendo colocados na minha caixa de correio, deixei de lado para fazer a consulta aos CNPJs contantes do ladinho. Letra miúda, coisa pra se fazer com tempo. Nos encartes as letras são maiores... Beleza! Responsável pela impressão: 01.125.240/0001-85.

Lá vai a Bete para a internet, consulta o CNPJ no site da Receita Federal  e descobre isso: RAÍZES DIÁRIO, JORNAL GRÁFICA E EDITORA LTDA – ME!!

Peraê! Não é este o jornal que publicou aquela pesquisa dando 30% de vantagem ao “piá de berda” (expressão emprestada do colega colunista da página três, Adgar Bitterncourt, de suas colunas pretéritas)? Como assim? A empresa contratada para imprimir todo o material de campanha é a mesma empresa que fez a pesquisa?? Coisa estranha, né?

Daí eu me lembro que em 2010 este mesmo jornal entrou com uma ação monitória contra “Eleição 2008 Rafael Laske Prefeito” para cobrar R$ 115,439,26 por serviços prestados. E que agora há pouco perdeu a referida ação... E como alguém em sã consciência cobra o que não não é devido?

Ah... Você não sabe o que é uma Ação Monitória? A ação monitória compete a quem pretender, com base em prova escrita sem eficácia de título executivo, pagamento de soma em dinheiro, entrega de coisa fungível ou de determinado bem móvel.” Pois é... Parece que a coligação ficou devendo em 2008....

O Jornal [Gráfica, sei lá] perdeu a ação. Ficou no prejuízo. Só não entendi como voltou a ser fornecedor em 2012... Entendi menos ainda o fato de não haver um título executivo hábil para uma ação de cobrança. Pelo o que sabemos todos os gastos de campanha devem ser devidamente justificados juntos à Justiça Eleitoral... Vai entender...

Pelo sim ou pelo não em 2012 estão “tudo junto e misturado”. Imprimindo o material gráfico, a pesquisa... Aliás, em 2008 este mesmo jornal ficou notabilizado pelo maior bola fora na eleição de Herval d'Oeste: Nelson Guindani venceu e hoje é o favorito à reeleição. Que ironia!

Pelo visto o inimigo de ontem é o aliado e hoje. O que não dá é pra ficar no prejuízo, não é mesmo? Quem processa ontem hoje é amigo de infância. Está certo quem diz que em política a gente só não vê vaca voar [apesar de que até isso já aconteceu...].

E não é que dia 20 de setembro mesmo eles registraram nova pesquisa?!
E olha os bairros que eles mapearam na cidade de Joaçaba!!





2 comentários:

  1. Olá Bete

    Mesmo estando em cidades diferentes, compartilhamos de problemas parecidos.
    http://eleicoessj2012.blogspot.com.br/
    valeu att,
    Ivan

    ResponderExcluir
  2. Bete, postei em meu face esses dias: cada cidade tem o prefeito que merece..Se querem continuar na merda.. vão em frente.. escolham o referido.. e depois venham chorar as pitangas daqui 3 anos... 2014 bye bye joaçaba, pego minhas malas e parti

    ResponderExcluir