12 de out de 2012

Instalada a sucursal da "Santa" Inquisição em Joaçaba!

Em nome de um Deus que se convencionou chamar de nosso, algumas pessoas se acham no direito de ser o fiscal da moral alheia. E isso piora em muito quando encontram guarida em algum meio de comunicação...

Foi criada uma comunidade no Facebook de nome Joaçaba Mil Grau - nos mesmos moldes de outras tantas que só mudam o nome da cidade. Postavam [no passado, porque estão sendo perseguidos e suspenderam as atividades por ora] montagens de imagens sobre situações quotidianas da nossa cidade. Lógico que Frei Bruno não foi "poupado", nem ele nem muitas outras pessoas. 

Trata-se de uma página de humor escrachado, a primeira vez que a abri fiz com uma certa reserva pela minha postura de uma pessoa politicamente correta. Não vi nada que fosse uma afronta. Perdi vários minutos rindo das coisas ali apresentadas. Inclusive as que continham a imagem do Frei Bruno, seja em foto, seja na estátua.

Não me sinto pecadora e nem que vá arder no inferno por isso. Pecado pra mim é pedofia, avareza, gula e outras "cositas más" que permeiam a "santa" Igreja Católica Apostólica Romana (ICAR). Isso aí sim deveria tirar o sono das suas lideranças e gerar debate. Mas não, preferiram atacar os jovens!

Boletim de Ocorrência registrado e o apoio de uma rádio local foi o primeiro passo para a instalação de uma sucursal da "Santa" Inquisição por aqui. Polêmica na certa! ...e mais uma vez Joaçaba vai pra mídia de forma pejoratica e servindo de gozação para o resto do mundo [em tempos de internet, fala-se "mundo" mesmo].

Apesar da rádio ter tirado a notícia do seu site, os blogs já repercutem o novo fiasco. O Paulopes foi um: "Católicos vão à polícia contra humor no Facebook de jovens de Joaçaba". No Twitter já me chamaram para perguntar o que havia acontecido... Mal saímos das redes pelo caso da megasena, caímos por conta de um ridículo desses...

E quem "trollou" o Frei Bruno primeiro? Pra mim foi o CDL quando lhe arrancou o inseparável guarda-chuva da mão e lhe enfiou aquele cajado que lhe deixou mais pra Beato Salu [da novela Roque Santeiro] do que um homenzinho simples e simpático que estava sempre pronto pra se defender das intempéries do tempo. Aliás, nem sei se ele gostaria de ter uma estátua daquelas. Muito menos se tornar fonte de lucro para alguns. Pois é! Eu vou registrar um BO também! Devolvam o guarda-chuva que fora "roubado" do beato!

E o mais engraçado de tudo isso foi agora de manhã ver que a Paróquia Santa Terezinha encontra-se com a caixa negativo, mas não deixou de pagar os R$ 5.260,00 para a rádio. Pelo o que tenho visto nas publicações feitas no Jornal O Nascente Universitário este gasto já está incorporado no orçamento da tal paróquia. Quantas cestas básicas se compra com este valor?

E agora eu fico me perguntando: por que sumiu do site da rádio a matéria que deu origem à polêmica? Por que sumiram as postagens da rádio na sua página no Facebook e no grupo JOAÇABA? Pegou muito mal... Se eu usar a expressão "jornalixo" vai chover críticas a minha postura... 

Ficam bravos quando falamos mal ou criticamos Joaçaba, mas não perdem tempo de colocá-la em situações de vexame... E mais uma vez os joaçabenses passam vergonha... Elaiá....

Os rapazes têm meu total apoio. Esse povo que ficou indignado que canalize suas energias para ajudar quem precisa. Frei Bruno já tem advogado/juiz: o Deus que dizem seguir as lições. Como bem disse uma pessoa num bar: "a falta que faz a enxada nas mãos de uns!".

Para os que estão do lado da liberdade de expressão, e para mostrar que os jovens têm o apoio de muita gente eu criei um grupo no Facebook chamado "Joaçaba Mil Grau - Censura Nunca!". Se não nos cuidarmos em breve a coisa toma um rumo que não ser católico será visto como crime de "lesa Joaçaba"... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário