23 de dez de 2012

Primeiro dia na estrada e de moto:


Hoje foi nosso primeiro dia de viagem e tirei duas lições:
  1. Nunca deixe de levar um mapa de papel, a internet não é onipresente e quando mais precisamos dela é aí que ela falta!
  2. Sempre que alguém no grupo souber um pouco mais que os outros, ouça! Melhor não correr riscos.
Saímos 7:30hs de Herval d'Oeste, já em Água Doce Pegamos neblina, chuva e frio. O jeito foi parar em Horizonte e se paramentar com tudo o que tínhamos direito para tentar nos proteger.

No Paraná, o Branco – que ficou responsável pela organização do itinerário – não atentou para o detalhe que há inúmeras cidadezinhas entre uma cidade maior e outra. E na hora que nos vimos perdidos, se negou a ouvir o que eu disse “Tibagi é mais cidade, vamos por ali”.

Optou por seguir sentido Ventania e era fazenda arás de fazenda. Resultado: ficamos sem combustível na estrada. Tudo bem, pedi carona e fui até a cidadezinha de Ventania – 2,5km adiante – e trouxe gasolina em uma garrafa de Fanta.

Nunca confie na tecnologia! Há lugares que nem TIM, nem Vivo e nem Claro funcionam. Foi pela falta de GPS nos perdemos. Em Santo Antônio da Platina compramos e bom e velho mapa de papel, que nunca tem deixado a humanidade na mão desde os primórdios da história. Agora vai.

Estamos em Ourinhos (SP), amanhã pegamos a estrada logo cedo. À noite posto nosso segundo dia de viagem. Agora vamos sair para tomar uma cerveja que nós merecemos ;)

Ah! Na pressa, no cansaço [e no "pãodurismo" do Branco hahahaha] pegamos um hotelzinho bem simples. Vamos ver. Prevejo uma longa noite pela frente...

Boa noite!

PS – entre Herval d'Oeste e Ourinhos gastamos R$ 14,40 em pedágio e cerca de R$ 105,00 de gasolina [700km – a 20 km/lt – a R$ 3,00 o litro].

Nenhum comentário:

Postar um comentário