25 de jan de 2013

Coprofagia eleitoral:

Coprofagia (assim como a coprofilia, também conhecido como scat), copro em latim significa "fezes" e fagia "ingestão" sendo assim: prática de ingestão de fezes. Isto ocorre naturalmente em algumas espécies de animais, como cãesgatosinsetos e aves. Relata-se também tal prática em seres humanos, porém sob a categorização de patologia de ordem psíquica, ou desvio sexual (variação da coprofilia). (da Wikipedia)

Eu sei, essa expressão não existe. Mas nenhuma outra palavra denomina tão bem o resultado das eleições municipais em Joaçaba...

Pensei em escrever esta postagem logo depois de conhecido o resultado do pleito, mas iria soar como mero rancor de perdedor. Esperei o início do mandato pra ver. Talvez eu estivesse errada e as coisas melhorassem nesse "segundo tempo".

Fim de janeiro e é uma KHda atrás da outra... Nem vou elencar todas porque depois que me mudei para o outro lado da ponte não tenho mais lido e nem ido atrás de [más] notícias da [indi]gestão Rafael Laske.  Nomeação de pessoa provadamente corrupta para gerir a arrecadação municipal, prédio do IGP instalado sem alvará, novo buraco na rodoviária velha [porque da nova nem sinal], buracos históricos nas estradas rurais, etc, etc, etc, 

Esta semana me deparei com uma matéria no Youtube, - Dor e sofrimento para buscar atendimento médico em Joaçaba  segue filme abaixo. Daí a minha ideia de que quem vota mal quer mesmo  é "comer merda" quatro anos seguidos. Taí um bom exemplo! 



Lamento pelos eleitores que não compactuaram com isto e que, juntamente com os culpados, vão "gramar" por quatro anos... [A menos que algo de bom aconteça e esta realidade mude de uma forma ou de outra].

PS - não tenho certeza se a senhora aí votou na fruta - apesar de ter quase certeza de que fez parte do coro "o Mamão é bão" - mas a população votou.  Fica como um referencial do povo joaçabense que votou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário