20 de fev de 2013

Monólogo com o Governador de SC:

Fui convidada para um evento chamado "Encontro com o Governador Raimundo Colombo", 20:00hs. Pra variar não começou na hora, num total desrespeito as presentes. Teatro lotado, na absoluta maioria de gente que tem uma tetinha no governo da tríplice lambança...

Sendo um bate  papo fui pronta para fazer duas perguntas: 

1- Por que SC tem o segundo pior orçamento para a Assistência Social, só perdendo pro Piauí?

2- Por que SC não fez absolutamente nada do que consta no Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência Contra a Mulher sendo que nosso estado foi signatário deste documento?

Passaram um filme confeccionado pela empresa SOTEPA onde mostraram as "mega obras" da rodovia que passa por Videira, Tangará, Ibicaré e Luzerna. Nenhum viaduto, não lembro sequer de um trevo... Mas a entonação do locutor parecia se tratar da obra de um rodoanel ou coisa assim, tamanha a impostação de voz. Gente humilde cairia feito um patinho. Os presentes se dividiram em dois grupos: os que aplaudem por fazer parte do time e os que aplaudem por educação. Eu sou mal educada mesmo.

A abertura feita pelo Felipe Mello - filhote do Jorginho Mello - foi de levar a glicose às alturas... Discurso melado, piegas, digno de roteirista de novela mexicana. Teceu elogios à pessoa do Governador, mas a gente estava ali para ter um bate papo ou uma prestação de contas e não pra molhar lenços chorando de emoção. Eu quase vomitei.

Depois veio o governador falando em "palestra". Que poha é essa? Não era um "bate papo"? Que diálogo é esse onde só um fala? Ou melhor, um só fica de trololó e contando vantagem. Dizer que a Dilma é amiga pessoal.. AFF Dilma reservada do jeito que é não deve ter mais que uma dúzia de amigos pessoais e tenho certeza que nenhum deles são do grupo que a prendeu e torturou...

Falou do PACto por Santa Catarina, mas confesso que parei de prestar atenção quando ele disse que a Dilma só fez uma obra no estado: o aeroporto de Lages [terra dele, que coincidência]. Pelo menos assumiu que as obras não andam por conta das licenças ambientais...

Foi um amontado de bobagens que eu tive que rir várias vezes. Mas a pérola da noite foi demonstrar um preconceito racial sem precedentes ao afirmar que os Estados Unidos elegeu um presidente "DE COR"... Raimundão: a raça dele é negra, e com orgulho! Esse eufemismo beira o ridículo!

Pra justificar os baixos salários dos professores alegou que eles não trabalham como os profissionais dos hospitais - 44:00hs - que querem receber mais do que os outros servidores... Ou é burro, ou é um safado! Professor trabalha e muito fora da sala de aula, Sr. Governador! Ou que horas o senhor acha que preparam aulas e corrigem provas e trabalhos? 

Fez um mimimi de incompreendido no tocante à questão da falta de segurança pública, aos ataques que estão acontecendo no estado. Disse que fazia de conta que não estava sabendo o que estava fazendo porque estava agindo em sigilo. Tá, me engana que eu gosto! A força tarefa foi enviada pelo governo federal, agora não tem mais desculpa.

Falou que construiu sete novas penitenciárias (ou presídios, não lembro agora) como se isso fosse uma política inteligente... E as escolas? Continuam o lixo que estão? Quantas novas? Porque o salario dos professores já vi que vai continuar a mesma novela... Alguém diz pra ele que devemos ensinar os pequeninos para não precisar punir quando adultos!

Outra dele foi a taquarada que deu no Mamão dizendo que não adianta nada o candidato ser bonitinho e parecer um ator de novela num programa eleitoral bem feito se na vida real não é capacitado. Eu ri oceanos hahahahaha [daí dá pra ver que o candidato "du culaxaum" a Deputado Estadual deve ser o Guindani - pra desespero do Marco Weiss].

No mais o monólogo não passou de trololó... Dinheiro público jogado fora... 



Nenhum comentário:

Postar um comentário