3 de mar de 2013

Diário do ESF - Do Clínico Geral para o Especialista:

Semana cheia!

Como não pude ir no dia 15 (sexta-feira) para mostrar os exames (o que são três dias a mais pra quem esperou desde o dia 25, né?) cheguei cedo nesta segunda-feira, dia 18: 6:40hs. Chegamos, meu marido que é diabético e hipertenso também precisava fazer uma consulta por conta da mudança de município.

O médico, informaram, devia chegar entre 8:30h e 9:00hs. Ficamos esperando até 9:30hs. Questionado, o funcionário disse que ele deu plantão no HUST e só foi liberado aquela hora.

Como estou igual gestante, as idas ao banheiro têm sido mais constantes. Tive que usar o do postinho. Limpo e em ordem. Só dei por falta de sabonete e papel toalha. Numa unidade de saúde onde a higienização é premente...

Fomos chamados para o atendimento. Levei um susto ao ver que uma estagiária iria ver meus axames. Como assim? Onde foi parar aquela história que só o meu médico podeira olhar os exames. Expliquei para a moça e disse que não era nada contra ela, mas tudo contra o discurso ser um e a prática ser outra. Ela foi falar com o médico. Mas eu disse que não via problema dela olhar os exames, só achava um abuso ter me deixado tanto tempo na expectativa. 

Fui super bem atendida pela estagiária [aliás, muitas vezes eles são melhores que os médicos, pois prestam toda atenção no que estão fazendo]. Logo depois ela levou os meus exames para o médico e voltou com ele me informando que eu tinha uma insuficiência nas veias de trás dos joelhos, mas que íamos continuar com a medicação que já fora receitada e com as caminhadas que venho fazendo.

Ele me falou que meu útero está quase quatro vezes maior que o normal e que meu horário com o médico ginecologista já estava marcado para a próxima quinta-feria, às 13:30hs.

Falei do anti-inflamatório que tinha restrição para asmáticos. Falei que não posso nem passar perto do diclofenaco por já ter tido uma parada respiratória. O médico pediu para anotar isso e passar marca texto nesta informação na minha ficha. Mudou a receita para Nimisulida, a qual já usei sem problemas.

Abro parênteses para citar a consulta do Branco: A estagiária olhou as anotações dele e com a ajuda do médico refez as receitas para ele pegar novos remédios, agora em Herval d'Oeste. Fez uma requisição para vários exames laboratoriais, para que dessem continuidade ao tratamento da diabetes e da hipertensão. Quanto à dor na perna, receitaram Nimisulida também.

Meu horário do especialista foi mudado para a parte da manhã, me ligaram avisando. Bacana isso. Foi para as 8:30hs. E lá estava eu no dia e hora marcados.

Peso, pressão e consulta com um médico bem novinho, recém vindo de Passo Fundo. Pareceu bastante atencioso, olhou os exames, mas passou batido no Doppler, depois que avisei ele olhou. Nos laboratoriais nem correu os olhos.

Vendo o meu Ultrasson Pélvico me explicou que o mioma está fora do útero e que poderia ser tratado com hormônios antes de se pensar em cirurgia. Como eu tenho pavor de cair numa sala de cirurgia da HUST fui logo pedindo as alternativas: pílula, adesivo, injeção e DIU. 

Ouvi sobre a pílula e sobre o DIU Mirena, este me pareceu mais simpático. Mas não tem pelo SUS. Se eu optasse teria que ser particular. R$ 1.500,00 a aplicação. Sugeriu que eu pesquisasse e pensasse em qual dos tratamentos eu escolheria. Lógico que com uma "autonomia" de cinco anos, eu, que posso pagar, ia optar pelo DIU.

Saí com a coleta do Preventivo de Câncer nas mãos. Preferi fazer o exame particular para apressar o resultado, tendo em vista que tenho pressa no início do tratamento. R$ 30,00 no CEPAC. Saí com uma receita para evitar as cólicas, Ponstan de 12/12hs dois dias antes da menstruação e durante toda ela. [como estou atrasada na postagem já posso dizer que deu muito certo].

Como já estou com 41 anos foi me dada uma requisição para a Mamografia. Como esta não é de urgência eu vou seguir os trâmites do SUS para ver como é a vida de quem não tem a menor condição de pagar pelos exames... Vamos ver.

O Nimisulida peguei na farmácia do SUS. O Ponstan comprei na farmácia de rua, assim como o Diosmin receitado para as varizes.

Fiz as pesquisas sobre o Mirena na internet e pedi para amigas do Facebook. pelos relatos me decidi: final do mês farei a aplicação em clínica particular.

Nenhum comentário:

Postar um comentário