10 de fev de 2014

Machismo em blitz? Que poha de critério é este??

Ontem meu marido e eu saímos de Joaçaba sentido Ipira para trabalhar na abertura da Etapa 2014 de Velocross. Como os dois gostam de pilotar cada um fui numa moto. Eu na minha custom 150cc e ele na de trilha, também 150cc. 

Logo que passamos o trevo - sentido Lacerdópolis - havia uma blitz [acho que era da PMSC] meu marido 50 metros na minha frente e em mais velocidade passou ileso. Eu fui parada.

Assim que encostei vi outra mulher numa motoneta terminando de guardar os documentos. Perguntei: "Estão parando só mulher? Acho que meu marido nem viu eu ser parada." A resposta: "Sim, estamos parando só mulher".

Eu comecei a tremer. De nervoso? Não! Estava com tudo em dia. Era de raiva mesmo. Fiz uma brincadeira sobre mulheres andarem de moto sem documentos e sem a habilitação tipo A. Não obtive resposta.

Neste ponto meu marido apareceu. Veio contando piada e ficou ali até todos meus documentos serem vistoriados. Inclusive a moto que nem sabia que estava como grená a sua cor e o policial me perguntou, e eu disse "a cor é vinho". "Não moça, é grená!" Mas inventam nome de cor estas fábricas!

Engraçado que para meu marido nem CNH e nem documentos da moto pediram... Contemporizei que se ele estivesse na moto grande eu entenderia, afinal dificilmente alguém com uma moto de estrada estaria com algum problema nos documentos ou na CNH, mas as duas eram de baixa cilindrada! Ele pra me consolar brincou que os policiais preferem parar mulheres de regatinha do que barbudos com pança. 

...e a emenda ficou pior que o soneto!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário