28 de mai de 2014

Retratação: não sou ladra nem corrupta. Ponto final.

Como estou me poupando de situações estressantes tenho evitado todo o tipo de conflito. Estou numa fase de pagar para não entrar numa briga, me dou por satisfeita com o resultado desta ação. Pra mim o assunto encerra por aqui. Porque a vida tem coisa bem mais importante do que rede social. Existe uma função "bloquear", estou fazendo uso dela e vivendo a minha vida.

Vereador terá que se retratar por ter atacado integrantes do PT no Facebook


Audiência realizada nesta terça-feira (27) na Vara Única da Comarca de Herval d´Oeste, restou em conciliação entre o vereador hervalense Tomaz Alberto Conrado (PMDB) e o petista Nelson Antônio D´Agostini.

Os envolvidos formalizaram acordo com o compromisso judicial de não mais agredirem-se física ou verbalmente, ameaçarem-se, ou perturbarem-se, pois acreditam que a solução de sua divergência está no diálogo. Conrado aceitou se retratar por ter atacado de forma generalizada o Partido dos Trabalhadores no dia 09 de novembro de 2013 na rede social (Facebook). O vereador argumentou que seus comentários não tiveram a intenção de atacar membros do diretório municipal do partido, pois conhece os integrantes e tem consciência que nenhum deles, que fazia parte da comissão de votação na eleição da nova diretoria, é ladrão e corrupto, como foi publicado no facebook.

A retratação de Conrado deve ficar exposta no facebook pelo período mínimo de 7 dias.  Em caso de descumprimento do acordo, terá que pagar R$ 3 mil à vítima.

Com o acordo, Nelson D´Agostini renunciou ao direito de queixa ou representação, bem como quaisquer direitos eventualmente existentes na esfera cível que envolva os fatos. A audiência foi presidida pelo juiz de direito Tiago Fachin.

Cópia do termo da audiência (foto abaixo) foi publicada no perfil do vereador por sua namorada.


Nenhum comentário:

Postar um comentário