2 de fev de 2015

SUS e a mídia: A velha tática de culpablilizar a vítima.

Ontem passou no programa Fantástico [que de fantástico não tem nada] uma matéria sobre desvios de materiais em hospitais universitários federais. Um trabalho de utilidade pública, não fosse o enfoque de culpabilizar a vítima [SUS, Ministério da Saúde] e não os ladrões [médicos e demais pessoas envolvidas nos esquemas].

Agora a culpa é de quem não fiscaliza??
"Se tivesse uma fiscalização rigorosa não haveria roubos e desvios..."
Pensei que a ladainha da Globo fosse em cima da luta contra a corrupção...
Afinal um país sem corruptos é uma pais que não necessita de mecanismos de controle!
A Globo adora citar exemplos de lugares onde o povo é honesto. Só no Brasil que o povo pode ser corrupto e que cabe ao governo impedir isso????

O Ministério da Saúde tem adotado medidas para impedir fraudes. Acabo de receber uma correspondência questionando da minha cirurgia feita em agosto passado. Espero que eu não tenha dois úteros para serem retirados, afinal depois de ver uma mulher de cinco tetas...

Vamos criar vergonha na cara e cobrar o comportamento certo de cada um dos envolvidos???